Tenha atenção a estes pormenores ao comprar uma casa usada

14 May 2021

By Alexandre Luís

Tenha atenção a estes pormenores ao comprar uma casa usada

Tenha atenção a estes pormenores ao comprar uma casa usada

Na hora de investir o seu dinheiro na compra de um imóvel, todo o cuidado é pouco, não só a nível monetário, mas também a respeito da habitação em si. Claro que se está a pensar em recorrer ao Crédito Habitação terá de definir o seu teto – isso é válido para qualquer tipo de negócio. Mas será que a casa corresponde às suas necessidades atuais? E no futuro, irá satisfazer as suas ambições ou projetos?

Há uns dias, a TVI dava conta do caso de uma família de Matosinhos que comprou um imóvel novo que parecia um autêntico pântano. Insólito no mínimo, mas se esta situação acontece com novas construções, com casas já usadas as precauções têm de ser redobradas.

Comprar uma casa usada traz vantagens e desvantagens, nomeadamente a nível de poupança de tempo: não terá de esperar para o imóvel estar pronto. Mas é claro que se deve precaver relativamente a todas as questões que passamos a enumerar:

 

Descubra mais sobre a Construção

Procure saber qual é a data de construção do imóvel, se existiu ou não algum tipo de embargamento e intervenções posteriores que tenham sido realizadas. Tente determinar quais são as paredes-mestras e os pilares que não podem ser derrubados, para se e quando pretender fazer modificações saber onde pode agir. 

 

Atente às especificidades

Ninguém gosta de ter uma casa com humidade, por isso, antes de avançar com o negócio, certifique-se que não há sinal deste fungo nas paredes, procurando por manchas amareladas ou rachas. Note que estas podem significar problemas de infiltrações.

Se conseguir, teste o fluxo de água e tente determinar qual é o tipo de sistema utilizado para o seu aquecimento: elétrico ou a gás. Faça uma vistoria à instalação elétrica e questione se alguma vez foi renovada (no caso de imóveis antigos).

 

Não descure a Certificação Energética

O Certificado Energético atesta o nível de eficiência de um imóvel e é um dos documentos obrigatórios por lei para a compra e venda de casas. Nele encontrará informações sobre os gastos que pode esperar na casa, mas também soluções para melhorar o nível de eficiência. Mesmo sem acesso ao documento, pode atentar a pormenores como a quantidade e o tamanho das janelas, a orientação e o tipo de materiais que as constituem. Todos estes fatores vão contribuir para o aumento ou diminuição dos gastos com o imóvel.

 

A localização é fulcral

Este aspeto é válido tanto para a compra de casas usadas como para a compra de casas novas. Se tiver dois negócios debaixo de olho, a verdade é que é sempre importante pesar todos os fatores no que toca à localização, para garantir que o imóvel eleito irá satisfazer todas as suas necessidades. Note que imóveis com proximidade a serviços urbanos e a vias de circulação principais terão certamente um valor de Mercado mais elevado do que casas situadas no meio do nada.

 

Existem gastos fixos

Outro dos aspetos que é comum à venda de casas usadas e novas mas que vale sempre a pena referir são os gastos fixos, nomeadamente com o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e o condomínio. Para saber sempre com o que contar é importante que se informe de antemão sobre os valores destas duas despesas.

 

Avalie documentação extra

Se recorrer ao Crédito Habitação, pode sempre contar com um grande volume de documentação para analisar. Nos casos de compra de casas usadas e para garantir que tudo corre dentro dos conformes, é aconselhável informar-se sobre o historial do imóvel. Pode fazer isso através da solicitação da Certidão da Conservatória do Registo Predial que permite determinar a existência ou não de hipotecas.

Alexandre Luís Autor Imovirtual

Também conhecido como 'O Consultor'. Pode encontrá-lo a consultar o último estudo de mercado. Não tem talento para vender, mas sabe tudo sobre Imobiliário. Fala sobre questões relacionadas com o tema no Blog do Imovirtual.

Veja também

Last update: 14 July 2021

Share