Descubra o seu estilo de decoração de interiores

11 março 2021

De IMOVIRTUAL

Descubra o seu estilo de decoração de interiores

Decorar uma casa é sempre entusiasmante, mas também trabalhoso e exaustivo, sobretudo se não tiver ideia daquilo que pretende fazer. Não importa se acabou de adquirir um novo imóvel e vai começar do 0 ou se apenas pretende dar uma nova cara à sua casa, na hora de decorar qualquer interior, é importante ter noção das tendências que existem e dos materiais e objetos que devem ser utilizados para alcançar a estética que tanto ambiciona. Por isso, deixamos-lhe 6 sugestões de tipos de design de interiores e de como os aplicar.

 

👉Estilo Clássico

Estilo Clássico

Clássico não significa fora de moda. Pelo contrário, a ser bem usado, este tipo de decoração irá elevar o nível de qualquer interior. O requinte e a riqueza são transmitidos pelos materiais e objetos escolhidos meticulosamente. Dá-se preferência às madeiras de carvalho, cerejeira e faia; às porcelanas e cristais; às sedas e veludos; e aos tecidos finamente bordados. Os espaços são geralmente amplos e ornamentados ao nível dos tetos, rodapés e paredes, e os móveis que os preenchem, de linhas sumptuosas e elegantes.

Na paleta de cores, incluem-se tons sólidos e sóbrios como o verde, o preto, o vermelho e o castanho, sendo o equilíbrio proporcionado pelo uso de cores como o bronze, o bege, o dourado, o creme e o branco.

No Estilo Clássico é importante considerar os pormenores, mas ter muita atenção na escolha da decoração, sob pena de cair no exagero e desvirtuar a tendência. Os cortinados, os tapetes, as almofadas, os cadeeiros e os quadros, finalizam a decoração e devem estar em sintonia com o restante ambiente.  

 

👉Estilo Rústico

Estilo Rústico

Nem só as casas de campo são decoradas com o Estilo Rústico. Esta tendência tem ganho cada vez mais seguidores, já que proporciona um ambiente acolhedor e aconchegante. O segredo esta na simbiose entre o moderno e o rústico. Exemplo disso, é a utilização de móveis como as mesas de madeira e os bancos juntamente com peças mais modernas, como estantes e cadeiras… todos esses pormenores vão contribuir para uma atmosfera verdadeiramente campestre, mesmo que viva em plena cidade!

O Estilo Rústico preza bastante os acabamentos, atribuindo-lhes um papel de protagonismo em toda a decoração. Por isso, para adotar esta tendência, é necessário atentar a pormenores e materiais como as vigas expostas, paredes de pedra, conjugação de diferentes tipos de madeira (muitas delas com imperfeições) e várias texturas e tons a coexistir no mesmo espaço. Quanto aos objetos decorativos, um bom ponto de partida são as cerâmicas, os cestos, os quadros, os candeeiros e as molduras. No departamento das cores, a preferência vai para os tons suaves e térreos, como o cinzas, os beges, os brancos e os castanhos.

 

👉Estilo Minimalista

Estilo Minimalista

Sem nunca colocar de lado a estética dos espaços e o bom gosto, a popularidade do Estilo Minimalista foi crescendo a par do estilo de vida a que está associado. Manter apenas o que é indispensável e optar por objetos decorativos funcionais são alguns dos princípios desta tendência. A boa organização é o ponto fulcral para o sucesso do minimalismo, por isso cada objeto deve ter um lugar estipulado quando não está a ser utilizado e as peças decorativas devem ser colocadas em locais estratégicos para completar o cenário.

A luz natural e artificial que o imóvel oferece é uma característica muito importante para criar um estilo minimalista, devendo-se optar por um ambiente claro e bem iluminado para engradecer o espaço. No que toca a paletas de cores, as preferências vão para os tons neutros, como o preto, o branco e o cinzento.

 

👉Estilo Industrial

Estilo Industrial

Surgiu em Nova Iorque na década de 50 e desde então tem conquistado terreno no mundo do design de interiores. Na sua origem esteve o aumento da procura de casa e a escassez de produto, o que levos os antigos prédios e armazéns industriais a ganharem a função de habitação. Nascia assim um novo estilo de decoração, já que os novos imóveis habitacionais preservaram a antiga estética interior.

Geralmente, as casas decoradas ao estilo industrial possuem amplos espaços, com poucas ou nenhumas separações entre as divisões, onde a funcionalidade impera. Tal como o próprio nome indica, este estilo preserva muitos elementos que lembram as fábricas e armazéns de produção. Por isso, é comum o uso de elementos como paredes com a tubagem de fora, instalações elétricas à superfície, pintura inacabada, tijolos mal colocados, traves e vigas expostas. A luz desempenha um papel importante na criação de um ambiente escuro e sombrio.

A máxima da reciclagem está muito presente no Estilo Industrial, que também partilha de alguns ideais do Minimalismo. Por isso, não é de estranhar a reciclagem de materiais, como pneus e paletes de madeira, e a transformação dos mesmos em móveis funcionais, esteticamente aprazíveis. Embora a cor seja permitida desde que usada com moderação, esta tendência prima pela escolha dos cinzentos e pelo uso de texturas como o cimento e os tijolos.

 

👉Estilo Romântico

Estilo Romântico

Suave, delicado e elegante: é assim que podemos descrever o Estilo Romântico. Não é para menos, já que os ambientes criados sob esta tendência são encantadores. Apesar de retirar inspiração do Estilo Clássico, a decoração romântica introduz no seu portfólio, os tons claros e pastel e os floreados, recorrendo a apontamentos de cores fortes, como o vermelho, o amarelo e o azul, para criar um contraste entre o antigo e o novo. Os folhos, as rendas, as flores, as listas e o xadrez também são utilizados para criar toda a estética. Podemos dizer que um dos cartões de visita do Estilo Romântico são os móveis antigos, restaurados em tons escuros, dourados ou brancos.

É possível alcançar uma decoração romântica um pouco por toda a casa, mas é nos quartos que esta tendência se torna mais exuberante e acentuada: imponentes camas com dosséis, altos e trabalhados, são adornadas com colchas e almofadas rendadas e bordadas, enquanto os arranjos florais e os espelhos dão o toque final ao ambiente.

👉Estilo Retro

Estilo Retro

Centrando-se na necessidade de renovação da casa, o Estilo Retro vai buscar a sua inspiração ao antigo, recriando aquilo que já foi moda. Harmonizando objetos idênticos aos que existiram no passado e itens contemporâneos, o objetivo é renovar mas deixar uma sensação de nostalgia e conforto a pairar no ar. A decoração retro em nada equivale a algo usado, antiquado e ultrapassado. Pelo contrário, a sua estética conserva linhas modernas e tons apelativos, resultando em ambientes ousados e inovadores.

É comum vislumbrar quadros pendurados com imagens características dos anos 50, 60 ou 70 incorporados na decoração de um espaço retro e linhas de eletrodomésticos criadas para os amantes deste estilo. Aliás, existem muitos fabricantes que se dedicam exclusivamente à produção de artigos e decoração retro.

Quanto à paleta de cores, o retro é conhecido pelos seus tons pastel (rosa, amarelo, verde, azul), pelo vermelho e pelo uso de padrões como o axadrezado (quadrados brancos e pretos).

Descubra mais sobre Decoração

➡️ 10 dicas para ter uma decoração sustentável

➡️ Saiba como montar um jardim vertical em casa

➡️ Pavimento flutuante: vantagens e desvantagens

Ultima actualização: 11 março 2021

Partilhar