10 dicas para tornar a sua casa mais segura para as crianças

21 novembro 2020

De imovirtual

10 dicas para tornar a sua casa mais segura para as crianças

Uma casa com crianças precisa de um conjunto de adaptações para a tornar mais segura e para evitar acidentes e riscos aos mais pequenos que gostam de explorar tudo o que os rodeia. 

Segundo alguns estudos, mais de 70% dos acidentes envolvendo crianças ocorrem em casa. 

Dentro desta estatística, as queimaduras, as quedas, a asfixia e as intoxicações são consideradas as principais causas de morte entre crianças de 0 a 14 anos dentro de casa. Nesse sentido, é essencial redobrar as atenções e reforçar a segurança dos móveis e dos espaços que podem tornar-se em verdadeiras armadilhas e provocar acidentes graves perante a menor distração dos adultos. 

Para que torne a sua casa mais segura para as crianças, deixamos 10 dicas, fáceis de implementar e que garantirão mais segurança aos petizes. 

 

10 dicas para ganhar mais segurança para as crianças

1. Proteger as tomadas elétricas

Proteger as tomadas elétricas, pois as crianças são fascinadas por tomadas e tendem a colocar os dedos nelas, o que pode ocasionar choques elétricos perigosos. Assim, a melhor opção é colocar capas protetoras em todas as tomadas da casa, até mesmo nas mais altas. Por outro lado, deve evitar ter fios elétricos expostos, recorrendo a calhas ou outro método de os juntar e esconder da vista dos mais pequenos. Deve ainda procurar e substituir fios desencapados. 

2. Colocação de travões de portas e gavetas

Colocar travões de portas e gavetas, pois um dos acidentes mais comuns em casa com mais pequenos são dedos entalados.  

3. Use protetores de cantos e esquinas nos móveis

Colocar protetores de cantos e esquinas nos móveis. Sabe-se que as crianças caem e batem amiúde com a cabeça em qualquer lado, por isso, a única coisa a fazer é evitar que os tombos sejam diretamente numa esquina ou no canto mais afiado de uma peça de mobiliário. 

4. Remédios e produtos de limpeza fora do alcance

Colocar os remédios e produtos de limpeza fora do alcance das crianças, pois só assim se evita que a criança confunda remédios com doces ou produtos de limpeza e inseticidas com sumos ou refrigerantes. 

5. Grades de segurança em escadas e portões

Colocar grades de segurança em escadas, portas e portões. Esta é a forma mais eficaz de evitar quedas, principalmente em escadas, e deixar a casa mais segura para as crianças. Por outro lado, deve dedicar atenção às janelas, pois a curiosidade matou o gato e as crianças são curiosas, gostam de explorar, mas, na maioria dos casos, não têm noção do perigo. Assim, deve limitar-se a abertura das janelas a alguns centímetros ou impedir-se mesmo que elas abram. Este é um cuidado que deve estender-se a varandas e terraços. Deve-se ainda afastar das janelas as camas, as mesas e outros móveis.  

6. Fixar móveis à parede

Fixar os móveis à parede é essencial para combater o perigo daqueles caírem sobre a criança. Os mais pequenos são exploradores e trepadores natos, pelo que deve garantir-se que os móveis não caem. 

7. Fixar tapetes ao chão

Fixar os tapetes ao chão, pois são grandes as probabilidades das crianças, nas suas correrias, escorregarem se o tapete não tiver borrachas antiderrapantes que o prendam ao chão. E isto não deve ser só feito nos tapetes grandes, pois quanto mais pequenos maior é o risco. 

8. Avaliar as plantas que tem em casa

Avaliar a origem e o tipo de plantas que tem em casa. Há muitas plantas que parecem inofensivas, mas que são verdadeiramente tóxicas para crianças. Nas suas brincadeiras, no jardim ou dentro de casa, os petizes podem ingerir as plantas, o que pode ser muito perigoso. Por isso, informe-se sempre das características das plantas que tem em casa. 

9. Talheres cortantes fora do alcance das crianças

Colocar os talheres cortantes fora do alcance das crianças, por isso, deve apenas deixar ao seu alcance as colheres. Garfos e facas são armas brancas e podem causar acidentes domésticos gravíssimos. Deve manter-se as gavetas da cozinha trancadas ou deixar garfos, facas e outros objetos pontiagudos ou cortantes bem longe dos olhos e das mãos dos mais pequenos. Este conselho é extensível para louças de vidro e espelhos. 

10. Tape baldes, banheiras, piscinas e vasos sanitários

Tapar baldes, banheiras, piscinas e vasos sanitários. Casas com piscinas, para serem mais seguras para as crianças, devem permanecer cobertas com lona e terem cerca. O mesmo vale para banheiras, tanques, pias, baldes com água. Já o vaso sanitário deve ter um lacre instalado, para evitar afogamentos. Se a criança estiver na banheira, nunca deve ser deixada sozinha. 

 

Como pode ver, para ter uma casa mais segura para as crianças, há muito a fazer. À primeira vista pode parecer fácil, mas existe muitos pormenores importantes a considerar.  

Veja também:

Ultima actualização: 23 novembro 2020

Partilhar