A freguesia é conhecida pelo seu comércio abundante, mas, também, por se ter tornado num destino muito procurado pelos estudantes, devido ao facto de ser um local próximo do campus do Instituto Superior Técnico. No entanto, continua a ser uma zona ideal para qualquer família.

 

A História do Areeiro

Sabia que o nome deste bairro se deve às escavações para extração de areia que eram efetuadas na Quinta da Montanha? Ainda hoje é possível encontrar vestígios na Avenida dos Estados Unidos da América.

A freguesia do Areeiro é composta pelas antigas freguesias do Alto do Pina e de São João de Deus.

A Freguesia do Alto da Pina foi muito procurada após o terramoto de Lisboa de 1755. Já no século XX, foi novamente requisitada pela Câmara Municipal de Lisboa, que instalou um bairro para os seus funcionários, chamado Bairro Carmona.

São João de Deus nasceu na década de 30 liderado pelo Arquiteto Faria da Costa, mas as habitações, tal como as conhecemos, foram idealizadas por outros dois jovens arquitetos. Durante a construção destes bairros o principal objetivo passava por evitar a construção de edifícios de forma aleatória e sem qualidade.

 

Como é viver no Areeiro?

A freguesia do Areeiro é uma combinação de bairros históricos e espaços cosmopolitas, onde o espírito bairrista se funde com a essência universitária.

Ao longo do Areeiro pode encontrar inúmeros restaurantes tipicamente portugueses, gourmet e multiculturais, como os Indianos, Chineses e Italianos.  São vários os hotéis, Hostels e outros tipos de alojamentos locais, que recebem na Capital inúmeros turistas e estudantes universitários, uma vez que é o bairro mais próximo do Instituto Superior Técnico. A par da vida universitária, existem vários bares e cafés, que trazem mais vida às noites de Lisboa.

Existem espaços de lazer para todas as personalidades: se é apreciador de um bom whisky, a Casa Museu Whisky & Companhia localiza-se no Areeiro; para os apaixonados por desporto, o Pavilhão do Complexo Desportivo Municipal Casal Vistoso encontra-se na zona central do bairro, bem como o ginásios e piscinas; se aprecia umas boas caminhadas ao ar livre, pode aproveitar para visitar a Fonte Luminosa e os espaços verdes em seu redor. A freguesia possuiu, ainda, vários estabelecimentos e comércio, escolas, serviços de saúde, como farmácias, e de segurança pública.

O Areeiro está muito bem localizado e dispõem de ótimos acessos e transportes públicos, como o metropolitano de Lisboa, autocarros, comboios e táxis.

 

O Areeiro em números

A freguesia do Areeiro estende-se por uma área de mais de 1,74 km2 e possui cerca de 20.131 habitantes, dos quais 8.911 são homens e 11.200 são mulheres, distribuídos por mais de 12.558 alojamentos, de acordo com os Censos de 2011.

No que diz respeito à habitação, o Areeiro apresenta preços medianos e taxas de variação inferiores aos praticados na cidade de Lisboa. Neste bairro, o preço médio das vendas de um imóvel ronda os 2.700€ por metro quadrado.

Num estudo realizado pelo Imovirtual sobre as freguesias de Portugal, junto dos próprios residentes, neste caso, da freguesia do Areeiro, foi possível avaliar várias categorias, como a segurança, limpeza, estacionamento, espaços de lazer e outros da freguesia. Os resultados foram os seguintes:

De todas as características, destacam-se, com melhor pontuação, os transportes públicos, os estabelecimentos de ensino e os acessos.

O Areeiro recebeu, assim, uma avaliação global de 4.05 pontos, numa escala de 0 a 5, ocupando o 10.º lugar das melhores freguesias para viver em Lisboa.

Se está à procura de casa para arrendar ou comprar no Areeiro, consulte as ofertas disponíveis no Imovirtual.