Notícias imobiliário – Imosíntese – agosto 2022 – 1ª quinzena

21 setembro 2022

De IMOVIRTUAL

Notícias imobiliário – Imosíntese – agosto 2022 – 1ª quinzena

Na primeira quinzena de agosto assistimos a um crescimento na construção e a um aumento de investimentos imobiliários. Também o setor do alojamento local esteve em alta, depois de dois anos complicados de pandemia. 

Descubra estas e outras notícias que marcaram o mercado imobiliário em Portugal durante o terceiro trimestre de 2022.

Setor da construção mantém crescimento

No segundo trimestre de 2022, o setor da construção civil no PIB registou um aumento de 6,9% face ao trimestre homólogo. Nos primeiros cinco meses de 2022 o consumo de cimento aumentou 4.3% em relação ao mesmo período de 2021. Outro indicador de crescimento é o número de licenciamentos para novas construções emitidos pelas Câmaras Municipais. Estes cresceram 5% face ao mesmo período do ano passado. Para conhecer todos os indicadores pode ler a notícia completa aqui e também aqui

Se a construção cresceu, as vendas também têm registado bons resultados. No primeiro semestre deste ano foram lançados para venda 280 novos empreendimentos, que correspondem a 12.200 fogos habitacionais. Destes, estima-se que cerca de 48% estejam já vendidos. Lisboa regista o maior volume de unidades para venda, mas apenas 36% destes 1800 novos fogos se encontra vendida. Já Guimarães, com apenas 200 novas casas colocadas no mercado, regista uma percentagem de vendas acima dos 90%. Veja onde se venderam mais casas novas de norte a sul do país.

Embora os resultados das vendas de imobiliário residencial sejam muito positivos, é nas vendas de Hotéis e de Imóveis Industriais e de logística que se obtém a maior fonte de receitas a nível imobiliário. Em conjunto estes dois segmentos de mercado geraram 66% do montante investido nos primeiros seis meses do ano, o qual ascendeu a 640 milhões de euros. Veja a notícia completa aqui.

Imobiliário de luxo atrai estrangeiros

O mercado imobiliário de luxo continua a atrair mais estrangeiros que portugueses, segundo os dados mais recentes divulgados pela Engel & Völkers. Parte significativa deste investimento imobiliário em Portugal por parte de estrangeiros, tem como objetivo adquirir os Vistos Gold, razão pela qual “a oferta imobiliária de luxo terá que ser capaz de crescer em zonas menos desenvolvidas para poder enfrentar o impacto da mudança das regras dos Vistos Gold”, frisa Juan-Galo Macià, presidente da Engel & para Espanha, Portugal e Andorra. Se tem curiosidade de saber quais as zonas do país que têm mais estrangeiros residentes, leia a notícia na íntegra. 

As condições excecionais que Portugal apresenta para atrair investimentos imobiliários de estrangeiros incluem, além do clima e da hospitalidade, a segurança. Portugal continua no top dos países mais seguros do mundo e dentro do país o top 5 de distritos mais seguros é composto por Bragança, Guarda, Castelo Branco, Vila Real e Viseu. Conheça ao pormenor as taxas de incidências de assaltos a imóveis registados no primeiro semestre de 2022.

Alojamento local com ocupações acima dos 90%

O mês de Julho registou uma taxa de ocupação de 90% em propriedades de alojamento local em Portugal, uma taxa 25% mais elevada do que em Julho de 2019. A desejada recuperação pós-pandemia está a acontecer e o alojamento local está a ter taxas até mesmo superiores ao período pré-pandemia, registando-se um crescimento de 25% em comparação ao mesmo mês de 2019. Leia a notícia na integra aqui

Dos diversos tipos de alojamento local à disposição nas diversas plataformas, há uma que tem vindo a destacar-se. São os chamados alojamentos únicos. Estes diferenciam-se por serem originais e fora do comum, sendo tão diversos como casas pequenas, casas na árvore, cabanas, celeiros ou castelos. Estes alojamentos são cada vez mais populares e, nos últimos dois anos, de 2019 a 2021, as noites reservadas neste tipo de alojamento aumentaram quase 50% a nível global. Com cada vez mais hóspedes a reservar estadias únicas, os anfitriões também ganham mais rendimentos - um anfitrião típico de um alojamento único em Portugal ganhou cerca de 4.800 euros em 2021, mais do que as receitas habituais de 4.100 euros obtidas pelos anfitriões de espaços regulares. Saiba mais sobre estes alojamentos únicos e extraordinários aqui.

Mais 1,5 milhões de euros para nova ponte de Faro

Foi aprovado em Assembleia Geral do Município de Faro, um reforço de 1,5 milhões de euros para construção da nova ponte que fará ligação à Praia de Faro. A revisão do valor total, que ficará agora acima dos 6,5 milhões de euros, deve-se ao aumento das matérias primas, da energia, da mão de obra e do material de construção em geral que se verificam atualmente. A obra, que deverá iniciar-se ainda em 2022, terá duas faixas para circulação automóvel e ainda dois passeios pedonais e ciclovia. Saiba mais pormenores na notícia completa. 

O Imovirtual, em parceria com o Diário Imobiliário, traz até si as ultimas notícias do mercado imobiliário em Portugal e no mundo. Se quer estar a par dos acontecimentos mais recentes, não perca a Imosíntese. 

Ultima actualização: 21 setembro 2022

Partilhar