Organize a sua casa: cozinha

26 março 2021

De João Miguel

Organize a sua casa: cozinha

Local de refeições, de convívio, de reuniões familiares, de trabalho: a cozinha tornou-se muito mais do que o espaço para acondicionar e preparar alimentos. Por isso, é muito comum acumular objetos desnecessários e sobrecarregar os armários e balcões desta divisão, que muitas vezes vive em comum com a sala em open space. Um erro crasso de organização que pode ser facilmente resolvido com a ajuda das nossas dicas!

1. Livre-se daquilo que já não come ou usa

armário com comida organizado na cozinha

Há uma tendência generalizada para guardar alimentos fora do prazo ou que já não se usam, em particular no departamento das especiarias. É importante fazer uma vistoria mensal aos seus armários e/ou despensa para determinar que artigos ficam ou saem, mediante estes dois critérios. O mesmo acontece com os utensílios de cozinha, escondidos nas gavetas ou à vista de todos no balcão, muitos deles já não funcionam ou nunca foram sequer usados. Assim, não só criam desorganização como também ocupam espaço desnecessário, que pode ser utilizado para outras finalidades mais urgentes.

Na hora de se livrar da comida, deite fora o que está fora do prazo e doe o que já não come. Aplique o mesmo conceito aos utensílios.  

2. Aplique o conceito “first-in, first-out”

frigorífico aberto com frutas, legumes e iogurtes

Alguma vez ouviu falar do conceito FIFO? Trata-se de um princípio de organização logística que evita a expiração de prazos de validade, muito usado pelos supermercados e empresas de distribuição de bens alimentares. É utilizado para controlar a gestão de stocks, determinando que os primeiros produtos a entrar são os primeiros a sair. Em termos práticos e aplicando ao caso da organização caseira, isto significa que os artigos comprados em primeiro lugar e com menos prazo de validade devem ser os primeiros a ir embora.

Ao organizar a sua cozinha pode facilmente aplicar o FIFO quando volta das suas compras: coloque os iogurtes que acabou de comprar na parte de trás do frigorífico e os mais antigos na parte da frente; as latas de atum mais antigas devem ficar por cima e as mais recentes por baixo… e assim sucessivamente.

3. Organize as loiças e utensílios consoante o seu uso

canecas e copos de champanhe em armário de cozinha organizado

Aquele serviço de pratos que só utiliza em jantares de família ou a panela de pressão que só é utilizada no Natal, não devem ocupar o espaço frontal dos armários e prateleiras da sua cozinha. Reserve esses locais para as louças, eletrodomésticos e utensílios de maior uso, como canecas, pratos, copos e tigelas. Assim, além de evitar acidentes na hora de tentar chegar a um certo tipo de loiça, também poupa tempo e assegura que terá tudo à mão para quando precisar.

4. Agrupe os utensílios e comidas por categorias

móvel com pratos, canecas, copos e outros utensílios de cozinha

Designe áreas específicas da cozinha para os utensílios e comidas. Por exemplo, junte os copos, chávenas, canecas, termos, shakeres, etc; os pratos, tigelas e ramekins; os tachos, panelas e frigideiras; as caixas herméticas, e assim por diante. A nível da logística de organização do interior dos armários, utilize um escorredor de pratos para organizar as tampas das caixas herméticas e dos tachos, e empilhe as partes debaixo umas em cima das outras para poupar espaço. Faça o mesmo com os pratos e tigelas, mas evite empilhar copos, já que se trata de uma loiça frágil e suscetível a acidentes.

Com a comida, pode proceder de igual forma: se tiver uma dispensa, agrupe no mesmo local os itens em lata, o arroz e a massa, os temperos, as especiarias, os ingredientes para bolos… Assim, na hora de procurar determinado item saberá exatamente onde ele se encontra. Se puder, utilize organizadores transparentes para juntar os alimentos por categorias ou um prato giratório para ter acesso facilitado aos molhos e temperos.

 

5. Aproveite melhor o espaço das gavetas

gaveta da cozinha com utensílios organizada

Tradicionalmente, as cozinhas contam com 4 a 5 gavetas, sendo que é comum existir uma, normalmente a última, a que chamamos “gaveta das tralhas”, que contém toda uma miscelânea de itens. Ora existe uma suposta ordem para a utilização das gavetas. A primeira deve conter o serviço de talheres do dia-a-dia, enquanto a segunda é o lugar para armazenar os utensílios como pinças de saladas, batedores manuais, escumadeiras, pinças, entre outros. Em ambas as gavetas devem existir organizadores adaptados ao tamanho dos utensílios. As últimas gavetas devem ser usadas para acondicionar os têxteis como panos e toalhas de mesa, que podem ser dobrados segundo o método KonMari™ para ocuparem o mínimo de espaço possível.

6. Utilize o espaço por cima dos armários

cozinha com arrumação por cima dos armários

Aquele espaço extra entre os armários e o teto pode ser utilizado para guardar eletrodomésticos, stock extra de alimentos, livros de receitas ou outros itens que não são usados com tanta frequência. Esta é uma dica preciosa para cozinhas pequenas, com pouca arrumação e falta de espaço.

7. Mantenha a bancada o mais livre possível

cozinha moderna com flores brancas organizada

Existem estudos que comprovam que uma casa desarrumada contribuí para o aumento de patologias como stress, ansiedade e depressão, por isso é importante garantir que todas as divisões da sua casa estão exímias a nível de desorganização física é visual. A cozinha não é exceção. Por isso, tenha atenção aos utensílios e eletrodomésticos que coloca em cima da bancada: é importante que apenas coloque à vista aquilo que é estritamente essencial para o seu dia-a-dia. Não só irá garantir que a sua cozinha estará “arrumada” mas também para garantir espaço de manobra para poder efetivamente cozinhar!

Leia também

👉 Como transformar a sua casa de banho num spa

👉 Urban Jungle: como construir um jardim vertical num apartamento

👉 Descubra o seu estilo de decoração de interiores

Ultima actualização: 26 março 2021

Partilhar