Pretende vender um imóvel? Está a par de todos os aspetos deste processo?

Vender um imóvel implica começar por preparar o mesmo e depois seguem-se uma série de etapas, procedimentos, questões legais e contratuais.

Ou seja, não basta desejar fazer negócio, é necessário dedicar tempo e ter conhecimento de mercado, o que além de tempo exige pesquisa e trabalho.

Recorrer a um profissional imobiliário é uma boa aposta para uma venda simples e rápida. Porquê? Acima de tudo, porque o poderá aconselhar da melhor forma em todas as etapas de venda.

Apresentamos-lhe as vantagens de contratar um Consultor imobiliário.

1. O Consultor Imobiliário conhece o mercado imobiliário da sua zona e tem experiência na transação de imóveis.

O trabalho deste profissional implica um conhecimento profundo do mercado pois diariamente lida com diferentes clientes, na sua maioria devidamente informados, casos e situações. Desta forma, é capaz de responder eficazmente aos desafios colocados na venda da sua propriedade.

Num curto espaço de tempo, irá definir, em conjunto consigo, uma estratégia comercial e de marketing para o seu imóvel – irá discutir todos os parâmetros da transação -, inserindo-o no mercado.

 

2. O Consultor imobiliário tem experiência na identificação do público-alvo do imóvel

Quando o anúncio ou a comunicação de venda do imóvel não é direcionada a um target específico, além de não atingir o consumidor-tipo do seu imóvel, estará a atrair também visitas que jamais se converterão em vendas, ou seja, estará a perder tempo.

Conhecer o cliente alvo é uma forma de trabalhar no sentido de corresponder às expectativas do mesmo, criando uma relação de confiança indispensável.

O Consultor Imobiliário tem, dada a experiencia na área, a capacidade de perante as características da sua propriedade identificar qual o seu público-alvo.

 

3. Um Consultor imobiliário experiente saberá avaliar corretamente o seu imóvel.

Muitas vezes, os proprietários não têm real noção do valor do seu imóvel – que depende não só das características e condições do mesmo (tipologia, estado, necessidade de remodelações, localização) como também dos preços praticados no mercado para propriedades semelhantes.

Sabe quanto vale a sua casa? Mais uma vez, fruto da experiência do trabalho no mercado, o Consultor saberá fazer esta avaliação tendo em conta todos os aspetos que a influenciam.

 

4. O Consultor imobiliário sabe o que deve fazer para valorizar a sua casa para venda

Antes de colocar a sua casa à venda, existe uma série de procedimentos que a podem valorizar ainda mais.

Desde uma limpeza a fundo, a remodelações, reparações ou obras, mais ou menos significativas, passando pela substituição de lâmpadas, substituição ou alteração da mobília, redecorarão dos espaços, entre outras intervenções – pequenas alterações podem fazer toda a diferença e acrescentar valor significativamente.

A visita de um potencial comprador é a primeira e única hipótese de o impressionar positivamente. O Consultor, por conhecer devidamente o seu público-alvo, saberá como valorizar a sua casa para uma venda eficaz.

 

5. O Consultor imobiliário tem disponibilidade e capacidade de resposta perante potenciais clientes

Atualmente, estamos perante um consumidor informado, que toma decisões cuidadas baseadas em pesquisa. As questões apresentadas por estes deverão ter uma resposta devidamente esclarecedora e verdadeira, mas principalmente rápida, ou a venda estará comprometida logo à partida.

Tem tempo suficiente e disponibilidade quer para responder a estas questões quer para agendar visitas, com a maior prontidão possível?

Uma agência imobiliária acompanhará o processo diariamente, atendendo potenciais clientes agendando visitas ao imóvel de forma célere.

 

6. O Consultor imobiliário será o seu único intermediário

O processo de venda de um imóvel, implica que o proprietário, ao fazê-lo de forma individual, tenha contacto com diferentes indivíduos.

Além dos potenciais compradores, pode ser necessário lidar com o Consultor imobiliário dos primeiros e outros intervenientes a pedido do comprador, como avaliadores de imóveis, advogados, instituições bancárias e até empresas de inspeção de imóveis.

A agência, na figura do Consultor imobiliário, encarregar-se-á da mediação entre si e o comprador do imóvel, gerindo os interesses de ambos e fazendo as negociações necessárias.

 

7. O Consultor imobiliário está a par de todos os procedimentos contratuais e legais

A venda de um imóvel exige a assinatura de um contrato de compra e venda, onde deve constar muito mais que o valor acordado e o nome dos intervenientes.

Estes contratos são constituídos por cláusulas, prazos, contingências.

Sabe como redigir devidamente um contrato deste tipo? Sente-se à vontade para negociar com o cliente partes do contrato?

Um dos maiores obstáculos de tratar desde negócio de forma individual é que esta tarefa implica questões legais e burocráticas que exigem a contratação de um advogado.

No caso de entregar esta missão a um Consultor imobiliário, o mesmo será o responsável pelo contrato promessa compra-venda.

 

8. O Consultor imobiliário sabe como e onde comunicar a sua intenção de venda

Existem várias formas de comunicar que o seu imóvel está a venda. Pode fazê-lo colocando um anúncio num portal imobiliário como o Imovirtual (“o nº1 dos portugueses” ) ou publicitá-lo através de outros canais como jornais, revistas especializadas, flyers…

Aqui, a rede de contactos do Consultor imobiliário faz muita diferença, até porque ele saberá onde o seu público-alvo está e qual a melhor plataforma para o atingir,

O agente dispõe de conhecimentos e ferramentas por forma a potenciar a exposição, online ou offline, do seu imóvel, junto dos potenciais compradores do mesmo.

 

Todas estas vantagens, conferem às agências imobiliárias e respetivos profissionais uma cada vez maior importância na concretização de transações de imóveis.

Para um negócio bem-sucedido e sem percalços aconselhe-se sempre junto de um profissional imobiliário!