Um dos momentos que acarreta mais preocupações assim que se adquire uma casa é a mudança de todos os seus pertences.

Esta fase exige sobretudo organização, mas terá a seu favor o entusiasmo para iniciar uma vida diferente num novo espaço.

Da desmontagem ao encaixotamento, passando pelo transporte e arrumação dos seus pertences – é importante que planeie cada passo com antecedência.

Siga as nossas dicas para que nada fique atrás!

Deixar tudo para a última hora é sinónimo de complicações, por isso comece a pensar na mudança e a planeá-la com um ou mais meses de antecedência.

  • Faça listas (de tarefas a realizar, de pertences a transportar, de documentos a tratar, de tudo o que vai deixar para trás, etc). Não há melhor forma de se organizar!
  • Trate do cancelamento de contratos relacionados com a sua casa atual (água, gás, eletricidade e serviços de voz, internet e imagem) e da alteração da morada nos mesmos. Comece por alterar a morada de todos os documentos em todas as entidades oficiais. Algumas destas alterações poderão ser feitas na internet.

Antes de começar as arrumações

  • Faça o planeamento por divisões e comece a empacotar os seus pertences, deixando para o final as coisas que precisa diariamente. Comece por encaixotar aquilo que falta lhe faz a curto prazo.
  • Tenha em atenção o peso das coisas, de forma a distribuí-lo entre as diferentes caixas, facilitando o transporte das mesmas.
  • Tenha em consideração uma forma de proteger os materiais e mobílias mais frágeis (como por exemplo, mantas para embrulhar os móveis ou plásticos de bolhas de ar para proteger materiais mais sensíveis)
  • Escreva etiquetas para identificação de todas as caixas e sacos. Assim saberá exatamente o que é transportado e qual o destino nos/dos mesmos.
  • Aproveite para ir esvaziando a dispensa.

Mãos à obra!

  • Comece por libertar um espaço de fácil acesso para entrada e saída de caixas. O objetivo é ir organizando estas ali à medida que as demais divisões vão sendo arrumadas.
  • Assim que tenha uma divisão vazia e limpa, feche-a!
  • Se encomendar eletrodomésticos ou mobília nova tenha atenção aos prazos de entrega.
  • Faça a verificação dos valores dos contadores de casa.
  • Antes de fechar a porta, faça uma vistoria geral à casa, para que nada fique esquecido.

 

  • Desligue todas máquinas com ligação à eletricidade e a água.

 

Como fazer o transporte dos bens?

Possui um veículo adequado? Vai tratar de tudo sozinho? Quantas viagens precisará de fazer? Compensa contratar um serviço de transportadora?

O transporte dos pertences para a casa nova pode suscitar dúvidas, dependendo dos meios de que dispõe.

Contratar um serviço de transporte e mudanças representará um custo acrescido. Por outro lado, permite poupar tempo e trabalho ou realizar tarefas difíceis.

Em alguns casos é mesmo imprescindível recorrer aos serviços de profissionais de mudança. Se por exemplo precisar de um serviço de elevador para transporte de móveis ou de retirá-los pela janela.

  • Peça orçamentos e depois faça o balanço entre o esforço necessário e os valores encontrados.

Organize também a chegada das caixas à nova casa.

  • Com as caixas previamente etiquetadas o trabalho está facilitado. Defina com antecedência a que divisão se destina cada caixa. O ideal é que essa informação conste nas próprias caixas.

Desta maneira, no momento de desempacotar os objetos, estes já estarão no sítio certo para que a sua arrumação seja imediata.

 

Como pôde verificar, as palavras de ordem para o processo de mudança são: planeamento e organização.

Leia também: “Custos a considerar: IMT, IMI, certidões e comissões”