ImoExplica: Spread do Crédito Habitação

20 maio 2021

De João Miguel

ImoExplica: Spread do Crédito Habitação

Tudo sobre o Spread do Crédito Habitação

Em 2015, o Banco de Portugal realizou o último inquérito à Literacia Financeira dos portugueses onde apenas 21,4% dos inquiridos tinha conhecimento do que era o spread. Um número reduzido tendo em conta que o Crédito Habitação é um dos produtos bancários a que mais se recorre. Não existem dados que comprovem o conhecimento atual dos portugueses sobre este elemento da taxa de juro. O mais certo é que muitos ainda não tenham consciência da importância do spread e de como conseguir uma taxa mais apelativa. Por isso, vamos explicar-lhe tudo neste artigo.

 

O que é o spread?

Trata-se de um elemento da taxa de juro que é definido por cada banco nos casos de Crédito Habitação. Sempre que pretender solicitar um empréstimo para comprar uma casa vai deparar-se com este conceito, que por outras palavras, funciona como a margem de lucro da instituição financeira.

 

Como é determinado o spread?

A atribuição do spread dependerá do risco associado a cada cliente. Este risco é determinado através do histórico de créditos, dos rendimentos, do montante solicitado para empréstimo, bem como das garantias que estão as ser apresentadas pelo requerente. Frequentemente, o spread também está associado aos produtos financeiros que o cliente tem contratados com o banco. Ou seja, se o consumidor tiver outros serviços da entidade adjudicados, isso poderá valer-lhe uma bonificação.

São exemplos de serviços:

  • Cartão de débito;
  • Cartão de crédito;
  • Domiciliação do ordenado;
  • Seguro de vida;
  • Seguro multirriscos;
  • Produtos de poupança (como uma conta-poupança ou um PPR).

Assim a determinação do valor do spread depende sempre do perfil do cliente, do risco que lhe é associado e dos produtos financeiros que tem contratados naquela instituição financeira.

 

Quais são as taxas de spread mínimas em vigor?

Em tempos áureos chegaram a ser cobradas taxas mínimas de spread abaixo de 0,5%. Com a crise financeira que se instalou após 2008, os bancos foram obrigados a aumentar as taxas mínimas para reduzir os prejuízos. Em alguns casos, as taxas chegaram mesmo a valores acima dos 2%. Mas o mercado estabilizou e atualmente já é possível pedir um Crédito Habitação com spreads iguais ou inferiores a 1%. Confira a tabela em vigor.

valores 2021 spread crédito habitação

Note ainda que…

Nem sempre uma taxa de spread baixa é sinónimo de poupança, já que para a alcançar muitas vezes terá de contratar serviços financeiros extra com custos acrescidos. Deverá pesar todos os fatores e aconselhar-se junto de especialistas para fazer a escolha mais acertada e informada na hora de solicitar o seu Crédito Habitação.

João Miguel Autor Imovirtual Blog

João Miguel é o homem dos números. O jeito para os números sempre foi inato, assim como o talento para a escrita. Já tentou fazer um sem o outro, mas não foi bem sucedido na tarefa. Por isso, hoje escreve para a secção 'Finanças' do Blog do Imovirtual.

Leia também

Ultima actualização: 15 setembro 2021

Partilhar