Logo
VoltarTerreno para comprarSetúbalSines (concelho)SinesTerreno - Sines

Terreno - Sines

300 000 €
Sines, Setúbal
22 €/m²
Terreno - Sines

Acompanhamento Virtual

Video

Propriedades

Área de terreno (m²):
13 477 m²
Declive:
Suave (entre 10º e 20º)

Descrição

Terreno com 1,34 ha com 2 edifícios para recuperar (100,80m2 + 42,78m2), estando abrangido pelo Plano de Urbanização de Sines.

Prevê-se assim a possibilidade de obras de urbanização (a propor), utilizando o índice máximo de construção de 35% e uma volumetria máxima correspondente a dois pisos para habitação com cércea inferior ou igual a 6,5m.

Localizado na entrada da cidade de Sines, em frente ao supermercado LIDL, com bons acessos.
Boa oportunidade de investimento!

Financiamento Bancário:
A Habita é parceira de várias entidades financeiras possibilitando a todos os seus clientes simulações gratuitas de Crédito à Habitação.

Localização:

Sines é uma cidade portuguesa do distrito de Setúbal e a sua história tem sido moldada pelo mar
O município é limitado a norte e leste pelo município de Santiago do Cacém, a sul por Odemira e a Oeste o Oceano Atlântico.

Fica a 160 km a sul de Lisboa, na ponta do Cabo de Sines que separa o litoral alentejano em 2 partes: para norte extensas praias de areia fina até Troia e para sul praias de enseada que fazem parte do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Os fenícios foram os primeiros a explorar a região e os romanos fizeram de Sines um porto perto de Miróbriga (Santiago do Cacém) – a origem da palavra Sines vem do latin Sinus , 'recorte da costa marítima'

O filho mais conhecido de Sines foi o navegador Vasco da Gama, cavaleiro da Ordem de Cristo, que entrou na história ao descobrir a rota marítima para a Índia no fim do século XV.
Da Pré-História aos dias de hoje foram o mar e os seus recursos que definiram a economia, a cultura, a composição e até o caráter das suas gentes, nessa medida, a história de Sines é vasta desde das evidências da existência de populações humanas através de vestígios de alguns desses povoamentos a descoberto em estações arqueológicas como a Palmeirinha e a Quitéria, passando pela Escola Naval Italiana em Sines nos séculos XV/XVI, que dava formação em engenheira naval de construção de embarcações para o serviço do reino e os outros reinos da Europa, até ao acordo entre Portugal e Inglaterra no século XIX para iniciar a produtividade de agricultura, de animais e de cortiça em território no Litoral Alentejano e o desenvolvimento das vilas de Sines, de Santiago do Cacém, de Odemira, de Santo André e de Milfontes e das aldeias de Porto Côvo, de Melides, de Abela e de Grândola.

O século XX começa praticamente com a restauração do município, em 1914. A indústria da cortiça, a pesca e alguma agricultura e turismo constituem a base da vida de Sines até ao final da década de 60, quando, além da proximidade do mar, Sines pouco se distingue do resto do Alentejo.

Já a meio do XX, o grande complexo industrial criado pelo governo de Marcello Caetano em Sines, em 1970, muda o concelho. A população explode e diversifica-se, a paisagem ganha novas configurações e a comunidade luta para manter a sua integridade e a qualidade de vida, mitigando os impactes negativos da instalação das novas unidades e aproveitando os positivos.

Hoje pelo porto de águas profundas de Sines já passa mais de metade do tráfego portuário em Portugal, sobretudo de contentores. E o alargamento do canal do Panamá poderá dar um grande impulso a Sines, desde que seja finalmente construída uma adequada ligação ferroviária a Espanha e Europa Central.

No centro da baía de Sines fica a ampla Praia Vasco da Gama, adormecida entre os pontões. É vigiada no verão, de fácil acesso e seu passeio proporciona caminhadas tranquilas.

Para leste, descortina o simpático Porto de Recreio, o único até à costa algarvia, com 250 lugares para embarcações de lazer, eletricidade, instalações sanitárias, lavandaria, posto de abastecimento de combustíveis e WiFi.

Cultura e Lazer:

Sines tem um património histórico fantástico desde do Castelo de Sines, do Forte do Revelim, do Forte do Pessegueiro, do Padrão de São Torpes, várias igrejas como Nossa Senhora da Soledade, Espírito Santo ou da Misericórdia, Matriz de São Salvador ou da Nossa Senhora das Salas, para além das fabulosas praias que merecem um mergulho, pode-se aproveitar para fazer um jogging no muro da praia.

Junto à praia, ocorre o festival gastronómico Tasquinhas Sines em julho. O peixe e o marisco estão no centro da culinária local, que vem diretamente da lota. Pratos como a açorda de marisco e a feijoada de búzios são típicos exemplos da influência dum Alentejo mais rural.

Os principais eventos em Sines são o Carnaval e o festival Músicas do Mundo.

Educação:
Sines tem várias escolas básicas públicas e infantários além de existirem instituições privadas de referência garantido o acesso a bons estudos para pessoas de diversas classes sociais que torna a cidade uma excelente localização para morar e estudar.
Categoria Energética: Isento

Características

  • Vista de campo
  • Ligação a rede de saneamento
  • Ligação a rede de água
  • Ligação a rede eléctrica
  • Percurso de água
  • Iluminação Pública

Mapa

Relatório de preços praticados

Terrains, Sines

Baseado nos preços dos anúncios activos no Imovirtual

Mais anúncios de Habita | o seu parceiro imobiliário.