Logo
Voltar à lista
Loja para comprar
Setúbal
Almada
Laranjeiro e Feijó
Estrada dos Álamos
** RENTABILIDADE ** Loja no Feijó
** RENTABILIDADE ** Loja no Feijó

** RENTABILIDADE ** Loja no Feijó

60 000 €
Estrada dos Álamos, Laranjeiro e Feijó, Almada, Setúbal
517 €/m²

Acompanhamento Virtual

Video

Propriedades

Área útil (m²):
116 m²
Empreendimento:
não
Condição:
Usado
Ano de construção:
1978
Certificado Energético:
G

Descrição

Loja de 116m2 com RENTABILIDADE (contrato de arrendamento até ao final do ano 2021).
Situada numa zona residencial com bastante movimento local.
Esta loja é composta por uma área ampla de comercio, uma zona de cozinha/copa, uma casa de banho e um arrumos/armazém.
Invista no seu futuro…
Marque já a sua visita!
Feijó foi uma freguesia portuguesa do concelho de Almada, com 3,94 km² de área e 18 884 habitantes (2011).Densidade: 4780,8 hab/km². Fazia parte integrante da cidade de Almada. Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Laranjeiro, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Laranjeiro e Feijó com sede em Laranjeiro.
A história do Feijó remonta ao século XVI sendo, nessa época caracterizado pela sua intensa exploração rural. Há indícios que indicam a antiguidade dos locais, provavelmente de influência muçulmana, de que é exemplo Algazarra.
No século XVI existiam nesta povoação quintas e propriedades de gente ilustre como os Condes de Monsanto, Manuel de Sousa Coutinho ou os condes de Aveiras. O núcleo inicial denominado Feijó ficava na zona da Rua Pêro da Covilhã e aparece em 1813 apenas como uma quinta. A expansão da localidade deu-se em meados do século XX, provocada pela pressão demográfica que recaía sobre Almada.
A freguesia do Feijó foi criada pela Lei n.º 17-B/93, de 11 de Junho de 1993, respondendo-se a um desejo manifestado pela população desde 1953, quando em requerimento à Câmara Municipal de Almada, um grupo de "Chefes de Família" manifestou a necessidade de existência na povoação de uma representação autárquica, pois a sua inexistência os obrigava a percorrer uma longa distância e a perder tempo para se deslocar à Cova da Piedade. Após o 25 de Abril de 1974 acentuou-se ainda mais este desejo de autonomia da população do Feijó em relação à Cova da Piedade.
Em 1985 foi criada a freguesia do Laranjeiro; contudo esta não conseguiu dar resposta aos inúmeros problemas da freguesia do Feijó, derivados do crescimento económico e demográfico da localidade. Daí que, finalmente, após quarenta anos de luta, a localidade tenha sido elevada a freguesia, em 11 de Junho de 1993. As primeiras eleições autárquicas para esta freguesia tiveram lugar em 12 de Dezembro de 1993, tomando posse o executivo a 6 de Janeiro de 1994.

Mapa

Relatório de preços praticados

Stores, Laranjeiro e Feijó

Baseado nos preços dos anúncios activos no Imovirtual

Mais anúncios de Horizonte Inesgotável