Voltar à lista
Loja para comprar
Setúbal
Santiago do Cacém
Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra
Empreendimento Turístico Rural
Empreendimento Turístico Rural

Empreendimento Turístico Rural

3 450 000 €
Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra, Santiago do Cacém, Setúbal
41 €/m²

Propriedades

Área útil (m²):
83 439 m²
Área bruta (m²):
83 439 m²
Empreendimento:
não
Ano de construção:
2013
Certificado Energético:
Isento

Descrição

O complexo situa-se litoral alentejano, mais concretamente no Concelho de Santiago do Cacém, Vale das Éguas. Este Concelho fica em posição dominante sobre uma modesta colina, vizinha à orla atlântica e ao porto de Sines, com uma visibilidade para a planície vizinha. Atualmente integra a Região de Turismo da Costa Azul.
O projecto foi desenhado para abraçar a paisagem alentejana e criar a harmonia que se impõe a um lugar que tem por objectivo trazer bem-estar e momentos de puro relax. Também poderá disfrutar das praias vicentinas que distam a apenas 15 minutos . Este Imóvel está inserido numa magnifica propriedade com cerca de 10 hectares. Servida por boas acessibilidades A-2 A-1 ,A-22, A-13 A cerca de 90 minutos da capital e dos dois principais aeroportos internacionais lisboa e Faro. A ligação às principais vias de comunicação processa-se por estrada alcatroada com um percurso de cerca de 10 minutos quer seja em direção a sul ou norte.
Mais detalhes via contacto directo por E-Mail ou telf.


Enquadramento Histórico de Santiago do Cacém
Terá sido por volta de 712 e já após o declínio de Miróbriga que os mouros atingiram o território, edificando o castelo na colina defronte; pensa-se inclusivamente que o nome Kassem estará ligado ao alcaide mouro. A ocupação moura prolongou-se até ao séc. XII e muitas batalhas pela reconquista se travaram no território até que, em 1217, voltou definitivamente à posse dos cristãos, tendo D. Afonso II confirmado a doação de seu pai à Ordem dos Espatários.
O burgo medieval de Sant’Iago de Kassem era já de grande importância no séc. XIII, com responsáveis políticos e administrativos de primeira categoria (pretores, alvazis, juízes, alcaides, almoxarifes). Já considerada oficialmente vila em 1186, recebeu a sua primeira carta de foral, por ordem do rei D. Dinis. Entre 1315 e 1336, por doação de D. Dinis, a vila e o castelo passaram a pertencer à princesa D.ª Vetácia, aia e amiga da rainha Santa Isabel, tendo regressado à Ordem de Santiago após a morte da sua proprietária.
Santiago do Cacém tornou-se sede de concelho em 1512, data em que lhe foi concedida por D. Manuel I a carta de foral.

Mapa

Mais anúncios de CENTURY21 Realty Art M&J