Logo
Voltar
Apartamento para comprar
Setúbal
Moita
Baixa da Banheira e Vale da Amoreira
Apartamento T2 com Terraço na Baixa da Banheira

Apartamento T2 com Terraço na Baixa da Banheira

109 000 €
Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, Moita, Setúbal
1 198 €/m²
Apartamento T2 com Terraço na Baixa da Banheira

Acompanhamento Virtual

Video

Propriedades

Área útil (m²):
91 m²
Área bruta (m²):
111 m²
Tipologia:
T2
Ano de construção:
1987
Casas de Banho:
1
Condição:
Renovado

Descrição

Vai perder esta oportunidade? Fantástico apartamento de 3 assoalhadas localizado no Centro da Baixa da Banheira, 1º andar com um terraço de 22 m2. A sala com ar-condicionado e janela virada para o terraço. Os dois quartos têm chão flutuante, um deles com ar-condicionado. No hall de entrada dispomos de dois roupeiros bastante amplos. A cozinha tem acesso ao terraço e despensa. Este imóvel localiza-se no Centro da Baixa da Banheira, onde tem todo o comércio, centro de saúde, bancos, PSP, transportes, CP e Escolas.
Marque já a sua visita.
M.G.
A Moita é uma vila portuguesa pertencente ao distrito de Setúbal e à Área Metropolitana de Lisboa, com cerca de 17 600 habitantes.
É sede de um município com 55,26 km² de área e 66 029 habitantes (2011), subdividido em 4 freguesias. O município é limitado a norte, através de baixios do estuário do Tejo, pela área principal do município do Montijo, a nordeste também pelo Montijo, a sudeste e sul por Palmela e a oeste pelo Barreiro.

O concelho da Moita, território integrante da Área Metropolitana de Lisboa, situa-se na margem esquerda do Estuário do Tejo, com uma frente ribeirinha superior a 20 km. Com exceção do Vale da Amoreira, todas as outras freguesias (Alhos Vedros, Baixa da Banheira, Gaio-Rosário, Moita e Sarilhos Pequenos) estão em contacto com o rio. A nova centralidade e a acessibilidade trazidas pela construção da Ponte Vasco da Gama constituem um trunfo no posicionamento deste concelho na região de Setúbal, nomeadamente para a valorização dos seus recursos naturais e zona ribeirinha, constituindo um atrativo para a instalação de novos equipamentos, empresas e residentes. Estão, assim, a surgir novas oportunidades para o desenvolvimento local e regional, resultantes do esforço da Câmara Municipal na requalificação urbanística e ambiental.

Baixa da banheira é uma vila portuguesa do concelho da Moita, pertencente ao Distrito de Setúbal, região de Lisboa e sub-região da Península de Setúbal, com cerca de 21 085 habitantes com última contagem em 2011.[1]

Foi uma freguesia extinta (agregada), em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Vale da Amoreira, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira.

Tem uma densidade de 9 879,6 hab/km², situa-se entre as vilas de Alhos Vedros e Lavradio que lhes ficam a nascente e poente respectivamente. A norte é banhada pelo estuário do Tejo, numa enorme reentrância que se estende do Bico da Passadeira (Barra-a-Barra) até à vila da Moita e a sul a extrema do concelho com o do Barreiro. Foi elevada a vila a 28 de junho de 1984, cujo decreto de lei foi promulgado pelo ex-primeiro-ministro Mário Soares.

Alguns dos antigos nomes, como Sítio da Banheira, Lugar da Banheira, Terras Baixas da Banheira do Tejo, são apenas alguns que possibilitam referenciar a localização da vila banheirense. No século XIV, foi reportado a primeira referência significante à freguesia retratada pelas tradições antigas.

Foi criada em 1967 pelo Decreto-Lei n.º 47.513, de 26 de Janeiro.As décadas de 1930 e 1940 foram históricas devido ao aumento de número de habitantes pelo facto de muitas famílias oriundas do Algarve, Trás-os-Montes, Alentejo, entre outras, procurarem trabalho nas grandes fábricas da região como por exemplo a CP, a CUF e a Siderurgia.

Em termos de história recente a Baixa da Banheira começou praticamente nos anos 30/40 com a chegada de muitas famílias oriundas do Algarve, Trás-os-Montes, Alentejo(entre outras), que procuraram trabalho nas grandes fábricas da região como por exemplo a CP, a CUF, a Siderurgia, a Indústria Naval e as cortiças. Embora hoje a sua população já comece a ter outras origens, designadamente de zonas de serviços da área de Lisboa, a base da nossa população é de gente trabalhadora, com grande espírito de fraternidade e solidariedade que se orienta frequentemente até aos nossos dias por uma postura democrática e progressista.

A Ba

Características

  • Ar Condicionado
  • Armário
  • Cozinha Equipada
  • Despensa
  • Detector de Gás
  • Estacionamento
  • Fibra Óptica
  • Gás Canalizado
  • Parque Infantil
  • Portaria
  • Terraço
  • Varanda
  • Video Porteiro
  • Vista de cidade

Mapa

Relatório de preços praticados

Apartments T2, Baixa da Banheira e Vale da Amoreira

Baseado nos preços dos anúncios activos no Imovirtual

Mais anúncios de Parceria ER