Mercado Imobiliário em Números: Barómetro Mensal de Setembro

14 outubro 2020

De imovirtual

Mercado Imobiliário em Números: Barómetro Mensal de Setembro

Variação Mensal: Setembro 2020 vs Agosto 2020

Venda | Apartamentos e Moradias

O preço médio dos imóveis anunciados no Imovirtual para venda em Portugal foi de 339.680€ em Setembro de 2020, assistimos assim a uma ligeira descida de -0,04% face ao mês anterior que registou um preço médio de 339.799€.

No mês de Setembro, o distrito com o maior aumento de variação percentual de preço face ao mês de Agosto foi Portalegre com um crescimento de 3,98%, com 113.469€ em Agosto e 117.987€ em Setembro.

O distrito mais caro para comprar um imóvel em Portugal continua a ser Lisboa, sendo que um imóvel custa em média 536.787€. Face ao mês anterior o preço médio de venda diminuiu -0,49%. À semelhança de Lisboa os restantes três distritos mais caros para comprar um imóvel, Faro, Região Autónoma da Madeira e Porto apresentaram um ligeiro aumento na variação do preço médio de venda, à exceção de Faro, de -0,58%, 1,29% e 0,77% respectivamente.

Os quatros distritos que se destacam pelos preços médios de venda de imóveis mais baixos foram Portalegre (117.987€), Guarda (122.223€), Castelo Branco (123.786€) e Beja (132.701€).  No entanto, foi Évora o distrito com maior queda percentual do preço médio comparativamente ao mês de Agosto de -4,63%.

Arrendamento | Apartamentos e Moradias

Em Portugal, o preço médio dos imóveis anunciados no Imovirtual no segmento de arrendamento aumentou ligeiramente 1,74% quebrando as tendências anteriores de decréscimo, passando de 1.032€ em Agosto para 1.050€ em Setembro.

Viana do Castelo é o distrito que teve o maior crescimento percentual de 5%, comparativamente a Agosto, passando de 518€ em Agosto para 544€ em Setembro. Contrariamente a Viana do Castelo, Bragança apresenta uma queda percentual do preço médio dos imóveis de -20%.

Lisboa continua a liderar o top de distritos mais caros para arrendar um imóvel, podendo uma renda chegar a custar em média 1.355€. Comparativamente com o mês de Agosto houve um crescimento ligeiro de 0,67%, passando de 1.346€ em Agosto para 1.355€ em Setembro. Os restantes distritos do Porto, Setúbal e Região Autónoma da Madeira são também dos mais caros para arrendar um imóvel com um crescimento no preço médio anunciado no mês de Agosto, à exceção da Região Autónoma da Madeira que verificou um ligeiro decréscimo do preço médio (-0,38%). A Região Autónoma da Madeira sofreu uma descida do preço médio para arrendar um imóvel de -0,38%, passando de 788€ em Agosto para 785€ em Setembro.   

Os distritos que no mês de Setembro apresentaram um preço médio anunciado de imóveis para arrendar mais baixo do país foram Portalegre, Guarda, Bragança e Castelo Branco, com 310€, 331€, 373€ e 395€, respetivamente.

Variação Anual: Setembro 2020 vs Setembro 2019

Para uma melhor análise da evolução dos preços médios é importante comparar também dois períodos homólogos em anos seguidos com uma realidade social bastante distinta para compreender o impacto sentido.

Venda | Apartamentos e Moradias

Comparando os preços médios dos anúncios dos imóveis no Imovirtual do mês de Setembro de 2020 com igual período do ano anterior verifica-se um aumento de 4,87%, passando de 323.894€ para 339.680€. 

O distrito que registou a maior variação percentual foi novamente Évora (13,16%), passando o preço médio de 170.384€ no período homólogo do ano anterior para 192.808€ em de 2020, sendo esta uma diferença em termos absolutos de 22.242€. No entanto, Portalegre continua a ser o distrito mais em conta para comprar um imóvel, com o preço médio dos imóveis anunciados em Setembro de 2020 foi de 117.987€. 

Assim, Portalegre é dos distritos com a maior quebra percentual no período considerado com -18,50% (de 144.771€ em 2019 e de 117.987€ em 2020).

Arrendamento | Apartamentos e Moradias

No segmento de arrendamento, os preços das rendas diminuíram desde 2019, tendo se verificado um decréscimo percentual de -7%, comparando os preços médios anunciados do mês de Setembro de 2020 (1.050€) com igual período do ano anterior (1.129€).

Os distritos que registaram a maior quebra percentual foram Porto com -11,58% (de 1.079€ para 954€), Portalegre com -10,92% (de 348€ para 310€), Vila Real com -10,51% (de 495€ para 443€) e Lisboa com -9,91% (de 1.504€ para 1.355€).

Contrariamente a estes decréscimos, Beja registou o maior aumento percentual de 35,31% no preço médio anunciado, passando a renda média mensal de 422€ para 571€ em Setembro de 2020, porém não integra os distritos mais caros para arrendar.

O preço médio dos anúncios para arrendamento em Portugal decresceram de forma acentuada desde Janeiro de 2020, tendo-se mantido ao longo do restante período, analisando um ritmo constante com ligeiras oscilações. No entanto, a partir de Abril a tendência começou a tornar-se mais acentuada mantendo-se até à atualidade.

Ultima actualização: 14 outubro 2020

Partilhar