São muitos os jovens que vivem a experiência de sair de casa dos pais quando iniciam a universidade. Nem todos têm a possibilidade de estudar perto da sua localização de residência. Nestes casos, a solução mais comum passa por arrendar um quarto, numa casa partilhada.

Viver numa casa arrendada a estudantes pode juntar o melhor e o pior dos cenários. Se por um lado pode ser uma experiência enriquecedora, de partilha, troca de experiências e conhecimentos, de diversão, por outro lado, também pode ser uma experiência intensa, com alguns riscos.

Para além das recomendações de saber conviver em comunidade quando se arrenda um quarto e se partilha uma habitação com outras pessoas, é fulcral ter em conta determinados aspetos, que o Imovirtual reuniu para o ajudar a encontrar o sítio certo para o seu filho viver:

 

  • Localização: o local onde vai arrendar o quarto para o seu filho deve ser próximo da universidade onde este vai estudar. Sendo um pouco mais distante, deve optar por uma casa que esteja bem servida de transportes públicos, tal como todos os serviços que possa vir a necessitar (supermercado, farmácia, café, etc.). Considere que a partir de determinada distância do estabelecimento de ensino terá de somar ao valor da renda, o valor de um passe mensal para a mobilidade em transportes públicos.

 

  • Tipologia da casa: confira se a casa onde pretende arrendar um quarto possui todas as condições de habitabilidade que vão garantir o conforto do seu filho. Desde a existência de uma cozinha que sirva a todos os residentes, ao número de casas de banho adequado ao número de habitantes ou o número de quartos suficientes para dar resposta ao número de jovens a quem pretendem arrendar.

 

  • Valor da renda: permita-se refletir e analisar o peso que a renda terá no total do orçamento familiar. Este é o fator que leva muitos jovens a optar por arrendar um quarto ao invés de uma casa completa;

 

  • Comodidades: arrendar um quarto que já esteja mobilado poderá ser a melhor solução para quem procura estar fora da sua cidade por um curto período, como para a realização de um curso ou de um estágio. Assim, não tem de se preocupar com custos adicionais em mobília;

 

  • Renda e caução: deve preparar-se para o adiantamento de dois ou três meses de renda, quer servirão de caução ao senhorio, na hora de arrendar um quarto. Este valor serve de segurança ao proprietário do imóvel e poderá ser utilizado nos últimos meses em que o seu filho fará uso da habitação.

É necessária uma atenção da sua parte e um apoio extra na hora de escolher o local certo e isso implica apoiar na procura, fazendo uma pesquisa intensiva, falar com amigos e familiares, pois talvez tenham conhecimento de um bom local para arrendar, assim como, junto das próprias entidades escolares.

Visitar a habitação e ver as condições do quarto com os próprios olhos é sempre melhor que ficar apenas pelas fotografias dos anúncios.

Pode ainda aproveitar a visita e pedir documentação quer do imóvel, quer do senhorio e se o mesmo detém a licença para arrendar.

O que deve constar no contrato de arrendamento?

·       Identificação do senhorio e do arrendatário;

·       Identificação do imóvel: localização e indicação de licença de utilização;

·       Indicação de uma lista dos bens e o seu estado de conservação – se aplicável;

·       Valor da renda, data, local, modo de pagamento e duração do arrendamento;

·       Cláusula sobre a rescisão do contrato: data de aviso prévio e condições (abatimento das rendas da caução no último período de arrendamento, modo de aviso).

Para além do cuidado que deve ter com o contrato de arrendamento, tenha em conta que é dever do senhorio emitir e entregar o recibo de renda, que servirá como prova do seu pagamento. É possível ainda que encontre um senhorio que dê preferência a um jovem que se faça acompanhar de um fiador, pois este dará a garantia que pagará a renda em caso de incumprimento por parte do arrendatário. Tenha em atenção as condições, direitos e deveres que exigirão de si enquanto fiador, antes de aceitar assumir esse papel.

Sabemos que esta é uma fase tanto desafiante para o jovem estudante quanto para os seus pais, que têm de deixar os filhos partir, sair da sua asa, para crescer. Mas esta não tem de ser uma tarefa ainda mais difícil devido à procura de arrendar o quarto ideal para o/a seu/sua filho/filha.

Saiba que com o Imovirtual poderá contar com um portal imobiliário de referência, com a garantia de qualidade dos imóveis que partilha.